Cinemática - 6ª Lista – Composição de Movimentos

79) Um navio sofre deslocamentos sucessivos de 6,0 km de norte para sul e de 8,0 km de leste para oeste. O deslocamento vetorial do navio tem módulo:
a) 2,0 km
b) 7,0 km
c) 10 km
d) 14 km
e) 48 km

80) Uma pessoa sai de sua casa e percorre as seguintes distâncias em qualquer ordem possível:
I) 30 metros para leste;
II) 20 metros para norte;
III) 30 metros para oeste.
No final das três caminhadas, a distância a que ela se encontra do ponto de partida é:
a) 80 m
b) 50 m
c) 20 m
d) 40 m
e) 60 m

81) Um teco-teco (avião) dirige-se de oeste para leste com velocidade de 200 km/h em relação ao ar. O vento sopra de oeste para leste com velocidade de 80. km/h. A velocidade do avião em relação ao solo é de:
a) 120 km/h de oeste para leste.
b) 120 km/h de leste para oeste .
c) 280 km/h de oeste para leste.
d) 280 km/h de leste para oeste.
e) n.d.a.

82) Um barco tem uma velocidade de 22,32 km/h rio abaixo e de 13,68 km/h rio acima. Podemos dizer que a velocidade do rio é de:
a) 5,00 m/s
b) 7,20 m/s
c) 4,32 m/s
d) 1,20 m/s
e) 4,00 m/s

83) Um patrulheiro viajando em um carro dotado de radar, a uma velocidade de 60 km/h em relação a um referencial fixo no solo, é ultrapassado por outro automóvel que viaja no mesmo sentido que ele. A velocidade indicada pelo radar após a ultrapassagem é de 30 km/h. A velocidade do automóvel em relação ao solo é, em km/h, igual a:
a) 30
b) 45
c) 60
d) 75
e) 90

84) Um barco atravessa um rio seguindo a menor distância entre as margens, que são paralelas. Sabendo que a largura do rio é de 2,0 km, a travessia é feita em 15 min e a velocidade da correnteza é 6,0 km/h, podemos afirmar que o módulo da velocidade do barco em relação à água é:
a) 2,0 km/h
b) 6,0 km/h
c) 8,0 km/h
d) 10 km/h
e) 14 km/h

85) Um elevador movimenta-se no sentido ascendente e percorre 40 m em 20 s. Em seguida, ele volta à posição inicial, levando o mesmo tempo. A velocidade média vetorial do elevador durante todo o trajeto vale:
a) 4,0 m/s
b) 8,0 m/s
c) 0
d) 16 m/s
e) 2,0 m/s

86) Uma bola é lançada para cima, numa direção que forma um ângulo de 600 com a horizontal. Sabendo que a velocidade na altura máxima é 20 m/s, podemos afirmar que a velocidade de lançamento da bola é:
a) 10 m/s
b) 20 m/s
c) 40 m/s
d) 23 m/s
e) 17 m/s

87) Um canhão, em solo plano o horizontal, dispara uma bala, com ângulo de tiro de 30o. A velocidade inicial da bala é 500 m/s. Sendo g = 10 m/s2 o valor da aceleração da gravidade no local, a máxima altura da bala em relação ao solo será, em km, um valor mais próximo de:
a) 3,1
b) 3,5
c) 4,5
d) 6,3
e) 7,5

88) Um garoto, parado num plano horizontal a 3 m de uma parede, chuta uma bola, comunicando-lhe velocidade de 10 m/s, de tal modo que a sua direção forma, com a horizontal, ângulo de 45o. A aceleração da gravidade no local é 10 m/s2 e a resistência do ar pode ser desprezada. A bola se choca com a parede na altura de:
a) 2,1 m
b) 2,5 m
c) 3,0 m
d) 3,9 m
e) 0 m

89) Um projétil é lançado obliquamente para cima com velocidade de 100 m/s, numa direção que faz um ângulo de 60o com a horizontal. Após 4,0 segundos, o módulo da velocidade vetorial do projétil é aproximadamente igual a: (Adote g = 10 m/s2)
a) 50 m/s
b) 87 m/s
c) 47 m/s
d) 68 m/s
e) n. d. a.

90) Um projétil é lançado segundo um ângulo de 30o com a horizontal, com uma velocidade de 200 m/s. Supondo a aceleração da gravidade igual a 10 m/s2 e desprezando a resistência do ar, concluímos que o menor tempo gasto por ele para atingir a altura de 480 m acima do ponto de lançamento será de:
a) 8 s
b) 10 s
c) 9 s
d) 14 s
e) 12 s

91) Um balão (aeróstato) sobe verticalmente com velocidade constante de 10 m/s. Ao atingir a altura de 40 m, seu piloto lança, horizontalmente, uma pedra com velocidade de 30 m/s. Adote g = 10 m/s2. A distância da vertical, que passa pelo ponto de lançamento, ao ponto em que a pedra atinge o solo é:
a) 40 m
b) 80 m
c) 120 m
d) 240 m
e) 360 m

92) Um avião solta uma bomba quando voa com velocidade constante e horizontal de 200 m/s, à altura de 500 m do solo plano e também horizontal. Se g = 10 m/s2 e sendo desprezível a resistência do ar, a distância em metros entre a vertical, que contém o ponto de lançamento, e o ponto de impacto da bomba no solo será:
a) 5,0.10^2
b) 1,0.10^3
c) 2,0.10^3
d) 1,0.10^4
e) 2,0.10^4

93) Uma pessoa atira com uma carabina na horizontal, de uma certa altura. Outra pessoa atira, também na horizontal e da mesma altura, com uma espingarda de ar comprimido. Desprezando a resistência do ar, pode-se afirmar que:
a) a bala mais pesada atinge o solo em um tempo menor.
b) o tempo de queda das balas é o mesmo, independendo de suas massas.
c) a bala da carabina atinge o solo em um tempo menor que a bala da espingarda.
d) a bala da espingarda atinge o solo em um tempo menor que a bala da carabina.
e) nada se pode dizer a respeito o tempo de queda, porque não se sabe qual das armas é mais possante.

94) Uma bola cai de uma mesa horizontal de 80 cm de altura, atingindo o chão a uma distância horizontal de 1,6 m de aresta do topo da mesa. Sua velocidade (horizontal), ao abandonar a mesa, é de: (Adote: g = 10 m/s2)
a) 0
b) 4 m/s
c) 10 m/s
d) 16 m/s
e) n. d. a.

95) Suponha um bombardeiro voando horizontalmente com velocidade constante. Em certo instante, uma bomba é solta do avião. Desprezando a resistência do ar, podemos afirmar que:
I) a bomba cai verticalmente, para um observador na terra.
II) o movimento da bomba pode ser interpretado como sendo composto por dois movimentos: MRUV na vertical e MRU na horizontal.
III) a bomba atingirá o solo exatamente abaixo do avião.
IV) a bomba adquire uma aceleração vertical igual à aceleração da gravidade, g.
Estão corretas:
a) II, III e IV.
b) II e IV.
c) II e III.
d) I, III e IV.
e) todas.

96) Um avião Xavante está a 8 km de altura e voa horizontalmente a 700 km/h, patrulhando a costa brasileira. Em dado instante, ele observa um submarino inimigo parado na superfície. Desprezando as forças de resistência do ar e adotando g = 10 m/s2, pode-se afirmar que o tempo de que dispõe o submarino para deslocar-se após o avião ter soltado uma bomba é de:
a) 108 s
b) 20 s
c) 30 s
d) 40 s
e) Não é possível determiná-lo se não for conhecida a distância inicial entre o avião e o submarino.

GABARITO

Um comentário: