Dinâmica - 3ª Lista - Atrito

48) Um bloco está em repouso sobre uma superfície plana e horizontal. Seu peso vale 40 N e a força máxima de atrito estático entre o bloco e a superfície vale 20 N. O valor da força horizontal mínima que coloca o bloco em movimento é:
a) ligeiramente maior que 20 N.
b) igual a 40 N.
c) ligeiramente menor que 40 N.
d) ligeiramente maior que 40 N.
e) impossível de ser estimada.

49) Um objeto de 6 kg de massa é arrastado por uma F força de 30 N sobre um plano horizontal, conforme a figura abaixo. Sabe-se que a aceleração adquirida pelo objeto é constante e vale 3 m/s2. Quanto vale, em newtons, a força de atrito F entre o objeto e o plano?

a) 4
b) 6
c) 8
d) 10
e) 12

50) Um bloco de 10 kg move-se com atrito sobre um plano horizontal. No instante t = 0 sua velocidade é 1 m/s e no instante t = 10 s ele pára. Qual o valor da força de atrito?
a) 0,1 N
b) 0,5 N
c) 1 N
d) 5 N
e) 10 N

51) Um rapaz puxa um caixote de 40 kg com uma força horizontal de 200 N. O caixote move-se com velocidade constante sobre uma superfície horizontal. Calcule o coeficiente de atrito entre esta e o caixote (g = 10 m/s2)

a) 0,5
b) 0,2
c) 0,3
d) 0,4
e) 0,1

52) Um carro se desloca em uma trajetória horizontal retilínea com aceleração constante de 5 m/s2, Adotando g = 10 m/s2 e sabendo que 60% da força do motor é gasta para vencer a força de atrito, podemos afirmar que o coeficiente de atrito entre as rodas do carro e a pista é:
a) 0,80
b) 0,75
c) 0,70
d) 0,65
e) 0,60

53) Um bloco (figura abaixo) está em repouso e tem massa igual a 2 kg. Suponha que a força F = 4 N, representada na figura, seja horizontal e que o coeficiente de atrito estático das superfícies em contato valha 0,3. Neste caso, calcule o valor da força de atrito. Adote g = 10 m/s2

a) 4 N
b) 6 N
c) 2 N
d) 10 N e
) 20 N

54) Um corpo de 20 kg, apoiado sobre uma superfície horizontal, parte do repouso devido à ação de uma força constante e horizontal de 80 N. Adote g = 10 m/s2. Sabe-se que, 4 s após o início da ação da força, o corpo percorreu 16 m. O coeficiente de atrito entre esse corpo e a superfície de apoio vale:
a) 0,6
b) 0,5
c) 0,4
d) 0,3
e) 0,2

55) F1 e F2 são forças horizontais de 30 N e 10 N de intensidade, respectivamente, conforme a figura. Sendo a massa de A igual a 3 kg, a massa de B igual a 2 kg, g = 10 m/s2 e 0,3 o coeficiente de atrito dinâmico entre os blocos e a superfície, a força de contato entre os blocos é de:

a) 24 N
b) 30 N
c) 40 N
d) 10 N
e) 18N

56) Dois corpos A e B (mA = 3 kg e mB = 6 kg) estão ligados por um fio ideal que passa por uma polia sem atrito, conforme a figura. Entre o corpo A e o apoio, há atrito cujo coeficiente é 0,5. Considerando-se g = 10 m/s2, a aceleração dos corpos e a força de tração no fio valem:

a) 5 m/s2 e 30 N
b) 3 m/s2 e 30 N
c) 8 m/s2 e 80 N
d) 2 m/s2 e 100 N
e) 6 m/s2 e 60 N

57) Dois móveis, M e N, ligados por uma corda de peso desprezível, deslocam-se sobre um plano, sob a ação de uma força de 15 N, aplicada na direção do deslocamento. Despreza-se o atrito entre o corpo M e o plano e admite-se que o coeficiente de atrito de escorregamento entre o corpo N e o plano vale 0,20 e que as massas M e N são respectivamente 1,0 kg e 3,0 kg. A gravidade local é de 10 m/s2. Qual o módulo da aceleração dos móveis?

a) 0,75 m/s2
b) 1,5 m/s2
c) 2,0 m/s2
d) 2,25 m/s2
e) 3,75 m/s2

58) O sistema indicado, onde as polias são ideais, permanece em repouso graças à força de atrito entre o corpo de 10 kg e a superfície de apoio. Considere g = 10 m/s2. Podemos afirmar que o valor da força de atrito é:

a) 20N
b) 10N
c) 100 N
d) 60 N
e) 40 N

59) A ilustração refere-se a um sistema inicialmente em repouso, no qual se verificam as forças F1 e F2 de intensidades constantes. O coeficiente de atrito entre os corpos e o plano de apoio é 0,3 e a diferença entre as intensidades das forças é 54 N. A variação de velocidade sofrida pelo conjunto, num intervalo de tempo 4,0 s, é

a) 1,2 m/s
b) 2,4 m/s
c) 6,0 m/s
d) 12 M/S
e) 24 m/s

60) O coeficiente de atrito de desligamento entre o bloco A e a mesa, figura abaixo, é 0,20. Sendo a massa do corpo A igual a 25,0 kg e a massa do corpo B igual a 15,0 kg, a distância a que o bloco B cairá nos primeiros 3 segundos depois que o sistema for liberado é:

a) 11,25 m
b) 8,45 m
c) 15,36 m
d) 6,22 m
e) 2,45 m

61) O corpo A mostrado na figura é constituído de material homogêneo e tem massa de 2,5 kg. Considerando-se que o coeficiente de atrito estático entre a parede e o corpo A vale 0,20 e que a aceleração da gravidade é 10 m/s2 o valor mínimo da força F para que o corpo A fique em equilíbrio, na situação mostrada na figura, é:

a) 275 N
b) 25 N
c) 125 N
d) 225 N
e) 250 N

62) Qual deve ser a mínima massa do corpo A para que o sistema da figura abaixo permaneça em repouso, sendo que o coeficiente de atrito estático entre A e o plano é 0,2?
Dados: mB = 2 kg; mC = 5 kg.

a) 2 kg
b) 3 kg
c) 5 kg
d) 7 kg
e) 10 kg

63) O bloco da figura abaixo, de massa 10 kg, é puxado pela força F = 20 N, Desprezando-se o atrito, a aceleração, em m/s2 adquirida pelo bloco é de:

Dado sen = 0,6 e cos = 0,8
a) 5,0
b) 2,5
c) 2,0
d) 1,6
e) 1,2

64) O bloco de peso 20 N está em repouso sobre um plano inclinado de 30 o. Se o coeficiente de atrito estático entre o bloco e o plano é 0,70, a força de atrito atuante no bloco tem módulo

a) menor que 1 4 N.
b) igual a 7,0 N.
c) igual a 14 N.
d) igual a 20 N.
e) maior que 20 N.

65) No plano inclinado da figura, os corpos A e B, cujos pesos são de 200 N e 400 N, respectivamente, estão ligados por um fio que passa por uma polia lisa. O coeficiente de atrito entre os corpos e os planos é 0,25. Para que o movimento se torne iminente, deve ser aplicada, ao corpo A, uma força F de:

a) 25√2 N
b) 25 √3 N
c) 50 √3 N
d) 50 N
e) 50√2 N

Gabarito

3 comentários: