Cinemática - 3ª Lista – Movimento Uniformemente Variado

32) Um objeto, movendo-se em linha reta, tem, no instante 4,0 s, a velocidade de 6,0 m/s e, no instante 7,0 s, a velocidade de 12,0 m/s. Sua aceleração média, nesse intervalo de tempo, é, em m/s^2:
a) 1, 6
b) 2,0
c) 3,0
d) 4,2
e) 6,0

33) A tabela dá os valores da velocidade escalar instantânea de um móvel em função do tempo, traduzindo uma lei de movimento que vale do instante t = O até o instante t = 5,0 s.

A respeito desse movimento pode-se dizer que:
a) é uniforme.
b) é uniformemente variado com velocidade inicial nula.
c) é uniformemente acelerado com velocidade inicial diferente de zero.
d) a aceleração escalar é variável.
e) nada se pode concluir,

34) A equação da velocidade de um móvel é v = 20 - 5t, no SI. Em que instante a velocidade desse móvel se anula?
a) 0
b) 2
c) 4
d) 5
e) 20

35) A equação horária de um movimento é s = - 2 + 4t - 2t^2, em que s é dado em metros e t em segundos; então a velocidade escalar se anula quando:
a) t = 2 s
b) t = 0
c) t = 1 s
d) t = 4 s
e) t = 3 s

36) Um veículo parte do repouso em movimento retilíneo e acelera a 2 m/s^2. Pode-se dizer que sua velocidade e a distância percorrida, após 3 segundos, valem, respectivamente:
a) 6m/s e 9 m
b) 6 m/s e 18 m
c) 3 m/s e 12 m
d) 12 m/s e 36 m
e) 2 m/s e 12 m

37) Partindo do repouso, um avião percorre a pista com aceleração constante e atinge a velocidade de 360 km/h em 25 segundos. Qual o valor da aceleração, em m/s^2?
a) 9,8
b) 7,2
c) 6,0
d) 4,0
e) 2,0

38) Um carro com velocidade de 20 m/s é freado bruscamente e pára em 5 s. O espaço que percorre até parar é:
a) 4 m
b) 10 m
c) 20 m
d) 40 m
e) 50 m

Este enunciado refere-se às questões de números 39 e 40.
Uma partícula percorre uma trajetória retilínea de acordo com a lei horária s = 16t - 4t^2, onde s é medido em metros e t em segundos.

39) A partícula passa pela origem das posições nos instantes:
a) 0 e 4s
b) 4s e 16s
c) 2s e 4s
d) 4s e -4s
e) 0 e 2s

40) A velocidade média da partícula, no intervalo de tempo 0 < t < 2 s, tem valor:
a) zero
b) 2 m/s
c) 4 m/s
d) 6 m/s
e) 8m/s

41) Uma partícula parte do repouso, no instante inicial, com aceleração uniforme e percorre 18 m nos primeiros 3,0 s. Aos 4,0 s de movimento uniformemente variado, a velocidade instantânea da partícula é, em m/s, igual a:
a) 16
b) 12
c) 10
d) 8,0
e) 6,0

42) Um ponto material parte do repouso o percorre em linha reta 120 m em 60 s, com aceleração constante. A sua velocidade no instante 60 s vale:
a) 1 m/s
b) 2 m/s
c) 3 m/s
d) 4 m/s
e) 5 m/s

43) Um corpo é acelerado uniformemente a partir do repouso e, num dado instante, adquire velocidade constante. A velocidade escalar média do corpo na etapa acelerada foi de 36 km/h. O espaço percorrido na segunda etapa, num intervalo de 1,0 minuto, foi:
a) 0,30 km
b) 0,60 km
c) 1,2 km
d) 1,8 km
e) 2,4 km

44) Um trem, que se desloca com aceleração constante, percorre em 4 s a distância entre dois pontos separados de 320 m. Se a velocidade, ao passar pelo segundo ponto, é 100 m/s, sua aceleração vale:
a) 15 m/s^2
b) 12 m/s^2
c) 10 m/s^2
d) 8 m/s^2

45) Uma partícula inicialmente em repouso passa a ser acelerada constantemente à razão de 3,0 m/s no sentido da trajetória. Após ter percorrido 24 m, sua velocidade é:
a) 3,0 m/s
b) 8,0 m/s
c) 12,0 m/s
d) 72,0 m/s
e) 144 m/s

46) Uma motocicleta pode manter uma aceleração constante de 10 m/s^2. A velocidade inicial de um motociclista que deseja percorrer uma distância de 500 m, em linha reta, chegando ao final com uma velocidade de 100 m/s, é de:
a) 0
b) 5 m/s
c) 10 m/s
d) 15 m/s
e) 20 m/s

47) Um trem deve partir de uma estação A e parar na estação B, distante 4000 m de A. A aceleração e a desaceleração podem ser, no máximo, de 5,0 m/s^2 e a maior velocidade que o trem atinge é 20 m/s. O tempo mínimo para o trem completar o percurso de A a B é, em segundos, de:
a) 98
b) 100
c) 148
d) 196
e) 204

48) Um trem possui a velocidade de 108 km/h ao passar por um ponto A e, após percorrer 125 m, passa por um ponto B com velocidade de 72 km/h. A distância percorrida pelo trem até parar, medida a partir do ponto B, é:
a) 50 m
b) 100m
c) 225 m
d) 301 m
e) 426 m

49) No instante em que a luz verde do semáforo acende, um carro ali parado parte com aceleração constante de 2,0 m/s^2. Um caminhão, que circula na mesma direção e no mesmo sentido, com velocidade constante de 10 m/s, passa por ele no exato momento da partida. Podemos, considerando os dados numéricos fornecidos, afirmar que:
a) o carro ultrapassa o caminhão a 200 m do semáforo.
b) o carro não alcança o caminhão.
c) os dois veículos seguem juntos.
d) o carro ultrapassa o caminhão a 40 m do semáforo.
e) o carro ultrapassa o caminhão a 100 m do semáforo.

50) Um trem de 120 m de comprimento se desloca com velocidade escalar de 20 m/s. Esse trem, ao iniciar a travessia de uma ponte, freia uniformemente, saindo completamente dela 10 s após, com velocidade escalar de 10 m/s. O comprimento da ponte é de:
a) 150 m
b) 120 m
c) 90 m
d) 60 m
e) 30m

51) Dois motoristas, A e B, dirigem carros idênticos com velocidades constantes numa avenida plana e reta. A velocidade de A é 40 m/s e a de B é 25 m/s. Ambos percebem o sinal vermelho e decidem acionar o freio no mesmo instante. As distâncias que percorrem no intervalo de tempo que, para cada um, transcorre entre a decisão de parar e o efetivo acionamento do freio, são diferentes: o automóvel de A percorre 12 m, e o de B, 10 m. Qual dos motoristas tem o menor tempo de reação (é mais rápido para acionar o freio) e qual o tempo que ele leva para isso?
a) É A; ele leva 0,3 s.
b) É A; ele leva 3,3 s.
c) É B; ele leva 0,4 s.
d) É B; ele leva 2,5 s
e) É A; ele leva 0,6 s.

GABARITO

2 comentários:

  1. como resolver Um objeto, movendo-se em linha reta, tem, no instante 4,0 s, a velocidade de 6,0 m/s e, no instante 7,0 s, a velocidade de 12,0 m/s. Sua aceleração média, nesse intervalo de tempo, é, em m/s^2:
    a) 1, 6
    b) 2,0
    c) 3,0
    d) 4,2
    e) 6,0

    favor , é q to precisando a um trabalho e naum sei como fazer!
    obrgdo

    ResponderExcluir